07 de Abril de 2020

Notícias

Prefeitura de Esperantina acompanha famílias vítimas de enchentes

A prefeita Vilma Amorim reuniu a equipe na manhã desta sexta-feira (13).

A Prefeitura de Esperantina montou uma força-tarefa com as equipes, secretarias e demais órgãos da sociedade civil para trabalhar de forma estratégica e minimizar os danos causados pela cheia do Rio Longá. Em reunião conjunta na manhã desta sexta-feira (13), a prefeita Vilma Amorim agradeceu o empenho de todos e atualizou os números de afetados com as enchentes. O encontro ocorreu no auditório do CRAS municipal.

 

O boletim divulgado, na noite desta quinta-feira (12), apontou o aumento para 608 o número de pessoas afetadas pelas enchentes na cidade. Atualmente, 61 pessoas estão em abrigos da Prefeitura, 113 estão em casas alugadas ou de familiares, sendo 341 pessoas da zona urbana e 93 da zona rural. Segundo o CPRM (Serviço Geológico do Brasil), o nível do Rio Longá atingiu 8,49 metros, mais de 1 metro acima da cota de inundação, que é de 7 metros.

 

“Esse é o terceiro ano consecutivo com enchentes em Esperantina. Desde a última sexta-feira (6), estamos fazendo o monitoramento de famílias ribeirinhas, alertando sobre o aumento do nível da água do Rio Longá em decorrência das fortes chuvas. É triste que as pessoas tenham que deixar suas casas, essa não é uma situação fácil, mas estamos unidos e fortalecidos. É muito bom perceber que o povo esperantinense é solidário e tem acolhido as pessoas que já saíram dos locais de risco”, conta Vilma.

 

Vilma assegura que a Prefeitura está adotando todas as medidas imprescindíveis ao acolhimento e amparo integral às famílias atingidas pelos efeitos das chuvas no município. Para solicitar o apoio, a Defesa Civil do município disponibilizou os números: 3383-1719 e 99813-5913 para famílias desabrigadas, isoladas ou em situação de risco.

 

“Todas as equipes da Prefeitura de Esperantina, Secretarias e órgãos municipais estão empenhadas em visitar as áreas. As pessoas podem ligar e solicitar a mudança. Iremos avaliar a situação e auxiliar no deslocamento para lugares seguros, caso necessário”, esclarece a gestora.

 

Cachoeira do Urubu

 

Para reforçar a segurança dos visitantes ao Parque Ecológico Cachoeira do Urubu, a Prefeitura de Esperantina, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo realizou uma série de vistorias e conta com o apoio de uma equipe do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar. Na última quarta-feira (11), a passarela da cachoeira foi interditada temporariamente para manutenção e por medidas de segurança.

 

A secretária de Meio Ambiente e Turismo, Joélia Araújo, conta que as ações preventivas estão sendo feitas em parceria com o Governo do Estado, e visam garantir a segurança dos turistas. A estrada da PI-211, no trecho que liga o centro da cidade de Esperantina ao parque, também está sendo recuperada.  

 

“Durante o período das chuvas, as quedas d’água da Cachoeira do Urubu proporcionam um espetáculo natural para os visitantes, aumentando o fluxo de pessoas no local. Por isso, fizemos uma solicitação à Secretaria Estadual de Turismo pedindo melhorias nas estruturas da passarela, assim como iluminação, restruturação dos guardas copos do parque. Ao Departamento de Estradas e Rodagem (DER), pedimos a recuperação da rodovia estadual que liga o centro de Esperantina ao parque. Em todas as solicitações, fomos atendidos pelo Governo do Estado”, afirma.