17 de Setembro de 2021

Notícias

Artistas e grupos folclóricos de Esperantina ficam fora do auxílio da Lei Aldir Blanc

Na manhã desta sexta-feira (29), o secretário de Esportes e Cultura de Esperantina, Richardson Melo, reuniu vários músicos, participantes de grupos culturais, donos de terreiro de umbanda e realizadores de eventos.

O encontro aconteceu no auditório da secretaria e contou com a presença do secretário de fazendo do município, Cleison do Nascimento Alves.

O secretário Richardson, explicou os motivos que resultaram com prejuízo a classe de artistas da cidade de Esperantina.

“Tão logo assumir a secretaria a minha preocupação foi ir atrás destes recurso da lei Aldir Blanc, mas infelizmente a notícia de tenho pra vocês é que perderam o auxílio por falta de um projeto da gestão anterior, tentamos de todas as formas resgatar o dinheiro, mas não foi possível e mais de 290 mil reais, deixaram de circular no comércio local e contribuir com ajuda financeira a todos vocês que tem sofrido, como a maioria dos brasileiros por causa desta pandemia”. Explicou o secretário.

Houve muita revolta por parte dos presentes porque segundo eles alertaram os gestores da cultura para realizar os procedimentos para que eles pudessem receber os recursos, gastaram dinheiro com xérox de documentos e nada foi feito.

O cantor Jorge dos Teclados lamentou a perda dos recursos e disse que foi um ato desumano com a classe.

O dono de terreiro Tiago disse que os recursos fazem muita falta, tanto para o sustento como para desenvolver as atividades da umbanda.

A cantora Tamires, representando a zona rural de Esperantina, lamentou que os recursos tenham voltado e pediu mais apoio da nova gestão.